Prefeitura Municipal de Boa Esperança

Você sabia?
Imprimir Email

Institucional

BOA ESPERANÇA ESTÁ HABILITADA NA POLÍTICA FEDERAL DO MAPA DO TURISMO

por Assessoria de Comunicação

11/07/2017 16:28

O departamento de Turismo da Prefeitura Municipal de Boa Esperança conseguiu habilitar a cidade na política federal do mapa do turismo brasileiro. A documentação foi encaminhada no mês de Junho junto ao circuito turístico ao qual o município está filiado, as Grutas e Mar de Minas. A notícia foi concedida pela Secretaria de Governo de Turismo de Minas Gerais através de um parecer final referente à atualização do Mapa do turismo Brasileiro 2017, de número 224/2017, publicando os habilitados da nossa região.

O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento de orientação para a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Sua construção é feita em conjunto com os órgãos oficiais de Turismo dos estados brasileiros. Para a atualização do mapa, foram realizadas oficinas e reuniões em todas as 27 UFs e a validação do mapa foi feita pelos estados e Distrito Federal em seus respectivos Fóruns ou Conselhos Estaduais do Turismo.

Na região turística do circuito Grutas e Mar de Minas, junto a Boa Esperança, também conseguiram se habilitar os municípios de Arcos, Campo Belo, Cristais, Formiga, Pains e Pimenta.

BOA PRÁTICA – O Tribunal de Contas da União e o Senado Federal reconhecem o Mapa do Turismo Brasileiro como um instrumento de gestão para orientar no desenvolvimento de políticas públicas regionalizadas e descentralizadas. A atualização periódica do documento se torna, portanto, fundamental para que esse instrumento seja eficaz e respeite o princípio de eficiência da Administração Pública.

SOBRE O MAPA - O Mapa do Turismo Brasileiro é um instrumento de orientação para a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Sua construção é feita em conjunto com os órgãos oficiais de Turismo dos estados brasileiros.

Entre as regras estabelecidas pelo MTur para que o município seja incluído no Mapa estão: possuir órgão responsável pela pasta de turismo, destinar dotação para o turismo na lei orçamentária anual vigente e apresentar o Termo de Compromisso assinado por Prefeito Municipal ou dirigente responsável pela pasta de turismo, conforme modelo disponibilizado no Sistema, aderindo de forma espontânea e formal ao Programa de Regionalização do Turismo e à Região Turística.

O benefício principal de estar incluso ao mapa do turismo é a afirmação do bom andamento das políticas públicas municipais de turismo, demonstrando que as mesmas estão condizentes com o exigido e esperado, pelo principal órgão público gestor na área, O Ministério do Turismo.

Todas as etapas da inclusão do município junto ao programa federal foram orientadas pela da gestora do circuito turístico Grutas e Mar de Minas, Fernanda Cunha, assim como o cadastramento de toda a documentação via sistema para análise dos responsáveis pela certificação.

 Segundo o assessor especial de gabinete Vinícius Amantéa Campos, “Participando do mapa do turismo, uma série de oportunidades em termos de captação de recursos se abre para a cidade, uma vez que esta credencial é requerimento básico para o pleito de projetos turísticos a nível nacional”.

 



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página